Betty Broadbent – a Vênus tatuada

by Tattoo Place
0 comment

“Decidi fazer uma tatuagem. Queria ser independente e cuidar de mim mesma.”

Betty Broadbent, nascida em 1909, foi a atração tatuada mais famosa de todos os tempos. Apelidada de Vênus tatuada, em 1923 ela se mudou de Orlando, Flórida para Atlantic City para assumir um trabalho de babá.

Seu interesse por tatuagens aumentou quando ela conheceu um homem tatuado em exibição na Broadwalk. Durante sua época, as tatuagens não eram populares entre as mulheres, mas eram mais associadas a marinheiros e gângsteres.

Originalmente, ela queria se tornar uma tatuadora, mas decidiu se tornar uma obra de arte porque precisava de dinheiro rápido. Com isso em mente, ela se convenceu a fazer uma tatuagem. Montando a cavalo no rodeio, ela economizou dinheiro suficiente e se aventurou a Nova York para fazer suas tatuagens.

Durante um período de dois anos, Charlie Wagner e Joe Van Hart trabalharam para modelar seu corpo com cerca de 365 tatuagens. Naquela época, eles estavam entre os primeiros tatuadores do mundo a usar máquinas de tatuagem elétricas.

Finalmente, em 1927, ela se juntou aos Ringling Brothers e Barnum and Bailey Circus como a mulher tatuada mais jovem do mundo com apenas 18 anos de idade.

Para sua performance, ela apareceria pela primeira vez no palco coberta com um manto. Então o Mestre de Cerimônia anunciava: “E agora, senhoras e senhores, a senhora que é diferente!” Eu sei, parece cafona.

Ela então abria o zíper de seu robe e, por baixo, ela tinha um maiô longo que terminava dez centímetros acima dos joelhos. Desconhecido para muitos, Broadbent na verdade detestava as táticas “antiéticas” que seus empregadores usavam para atrair clientes, tanto quanto seu apelido, Tatuagem Vênus.

Para os curiosos, Broadbent usava Pancho Villa em sua perna esquerda, Charles Lindbergh em sua perna direita e tinha uma Madonna e um retrato de criança nas costas. Apesar de suas tatuagens, ela se esforçou para projetar uma imagem feminina e refinada de si mesma.

Broadbent foi uma das últimas mulheres tatuadas a trabalhar nos Estados Unidos, aposentando-se apenas em 1967 do Clyde Beatty Circus, após passar 40 anos no show business. Em 1981, ela se tornou a primeira pessoa a ser homenageada no Tattoo Hall of Fame. Infelizmente, ela morreu pacificamente enquanto dormia em 1983.



Fonte por Kumcheong Tang

Você pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ver Mais

Enable Notifications    OK No thanks