Depois deste caso absurdo de preconceito, só nos acorde quando setembro acabar

by Filipe Lopes
0 comment

Existem alguns casos que parece que é até sacanagem de tão surreal que eles são, e o que vocês vão ler agora é ESTARRECEDOR! Todo mundo sabe da discriminação que ainda sofremos por causa das tatuagens, mas o que esse cara teve que aturar não foi brincadeira. Shane Hicks fez a sua primeira tatuagem em homenagem aos que morreram no ataque terrorista mais famoso dos últimos tempos, coisa que muitos fizeram também. Mas o fato dele ser IRANIANO que fez o caldo desandar FEIO!

Ele já fez três sessões de remoção da tatuagem mas nada adiantou: “No início eram só brincadeiras de colegas de trabalho, mas depois começaram a me acusar de homem-bomba” Diz, Shane. Ele começou a tentar cobrir a tatuagem como pode com blusas, mas de vez em quando sempre aparece e os insultos continuam. As pessoas por virem que ele tem um rosto não americano e a tatuagem no braço, tiram sempre a impressão errada dos motivos da tatuagem e o fizeram sofrer muito com isso.

Ele fez a tatuagem dois anos depois dos ataques de 11 de Setembro e a vida dele virou um verdadeiro inferno depois disso, Ele conta que em 2005 foi PRESO durante 6 horas em Londres por suspeita de terrorismo somente por causa da tatuagem! Agora o cara mudou de nome, se mudou pra bem longe de onde morava com sua mulher e filha, e espera que ela NUNCA faça uma tatuagem. Foi a primeira e única tatuagem que ele fez, e é óbvio que esse episódio de discriminação, racismo e preconceito contra as etnias faria o MESMO com qualquer um.

O mundo anda tão BABACA que uma homenagem vira motivo pra prender uma pessoa, sem nem ao menos dar chance de defesa. Viva intolerância RIDÍCULA em que vivemos. Perdemos uma pessoa tatuada pro medo! Infelizmente!

 

Você pode gostar

Leave a Comment

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ver Mais

Enable Notifications    OK No thanks