Hamsa: Conheça a história desse amuleto e os seus significados

by Filipe Lopes
0 comment

Muita gente tem visto que uma das tatuagens que estão mais difundidas no ramo é da Hamsa. Também conhecida como Mão de Fátima e as outras lá de cima do título. Mas o que importa mesmo é que elas tem o mesmo significado (Se quiser fazer somente pela arte sem ter o significado vai em frente, como já dissemos o mundo da tatuagem não pe uma ditadura!). A palavra Hamsa veio provavelmente da palavra árabe KHAMSA, que significa CINCO e claramente faz referência aos conco dedos da mão.

A Hamsa geralmente vem com a mão espalmada e com um olho no meio, muitos artistas não colocam o olho no meio pois somente as pessoas que conhecem bem de esoterismo pedem, e o olho serve pra espantar o azar, doenças e a morte. Se eu fosse fazer eu faria com um olho bem grandão estilo Mike do Monstros S.A.

Brincadeiras à parte, o símbolo ORIGINAL tem o dedão e o dedo mindinho na mesma altura, não dando assim pra especificar qual mão está representada, se a esquerda ou a direita. Estudiosos mais tradicionais dizem que a Hamsa com mais aceitação é a da mão direita. Ela tem dois jeitos de ser interpretada:

Mão aberta:

Serve pra manter todo e qualquer tipo de mal bem longe, um amuleto contra os espíritos malignos

Mão Fechada:

Serve pra trazer boa sorte a quem a carrega

As Hamsa são símbolos de proteção, e muitas delas podem ser incrementadas com pontilhismo, flores, arabescos, mandalas ou corações. Cada uma delas pra indicar qual parte do corpo ou da alma a pessoa quer buscar proteção! Legal né? Eu não imaginava que um desenho poderia ter tantas especificações e significados! Agora que você já sabe um pouco mais sobre a Hamsa, tá esperando o que pra marcar a sua sessão?

Você pode gostar

Leave a Comment

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ver Mais

Enable Notifications    OK No thanks